FOCUS PLAY®

Trainer Certificado

O que é FOCUS PLAY®

Um jogo sério para decisões estratégicas

O Forum Econômico Mundial elencou 10 competências necessárias para o futuro do trabalho. Este jogo trabalha com, pelo menos, 3 delas: Julgamento e tomada de decisão; Criatividade e Pensamento Crítico.

O objetivo do FOCUS PLAY® …

…  é obter clareza para resolução de problemas complexos e tomada de decisões estratégicas. Para isso, o jogo trabalha a expansão do pensamento, por meio de peças de montar e um conjunto de cartas com palavras estimuladoras.

Ele simula uma navegação e possui três características-chave:

  1. É uma reunião intencional para utilizar a imaginação para tomada de decisão.
  2. É um processo de exploração e preparação, para decisões estratégicas.
  3. Possui peças de lego (7 bricks), cartas do SpakCards, um tabuleiro.

O método FOCUS PLAY®?

É um conjunto sistemático de princípios de dinâmicas de grupos.

É um conjunto de princípios para o uso sistemático de blocos LEGO.

É o uso sistemático das técnicas contendo as Cartas do SparkCards os  e 7 bricks princípios de micromodelos inspirados no método do LEGO® SERIOUS PLAY®

Objetivos do método FOCUS PLAY®?

6773A008-24C0-4C66-AFDA-DA0714570EC2
  • Obter 100% de participação de todos no grupo.
  • Dar tempo para todos os participantes pensarem antes de falar.
  • Ouvir e ser capaz de apreciar a visão única de cada pessoa sobre o assunto em questão.
  • Fazer com que todos os presentes assumam a responsabilidade e sejam parte da discussão e tomada de decisão.
  • Comunicar de uma maneira que:
    • Ajude todos a expressarem seus pensamentos e insights.
    • Auxilie o ouvinte a entender e lembrar o que é dito.
    • Minimize os riscos de mal entendidos e falhas de comunicação.
    • Ofereça suporte igual para todos os estilos de comunicação (auditivo, visual e cinestésico).
    • Estimule todos os presentes a focar na mensagem e não no mensageiro.
    • Facilite o processo de tomada de decisões estratégicas em situações complexas.

“Metáforas podem, na verdade, gerar maneiras radicalmente novas de compreender as coisas… é muito mais que simplesmente ‘linguagem floreada’, ela pode ter um papel ativo, construtivo e criativo na cognição humana.” (Donald Schön)